Jesus, cabeça da igreja

Estas são algumas manifestações dentre tantas outras advindas de Deus.


O Senhor Jesus é o Cabeça da Igreja (Ef: 5:23), que é o Seu Corpo. A Igreja deve viver e praticar essa doutrina, buscando o conselho e as orientações do Senhor, consultando a Ele tudo o que for importante para a realização da Obra de Deus e renunciando os planos humanos. É da vontade do Senhor que Seus servos e Sua Igreja busquem conhecer Seu plano para a edificação da Igreja. E a missão do Espírito Santo é revelar esse plano.

 

Nas Escrituras encontram-se belíssimos exemplos de servos dependentes do Senhor, que nada faziam sem uma clara orientação do Senhor, de quem Ele sempre se agradou profundamente. Com relação a Davi, que em tudo consultava ao Senhor, disse Deus: “Achei a David, homem segundo meu coração, que fará toda a minha vontade”.

Moisés é outro exemplo de servo que não tomava qualquer decisão relevante sem antes consultar a Deus. A respeito dele, testemunhou o Senhor: “Com Moisés, meu servo, eu falo face a face”. Nenhum outro profeta alcançou tal nível de comunhão com o Senhor.

A Igreja na direção do Espírito

No Novo Testamento, para permitir que o Senhor Jesus governasse a Igreja, Deus decidiu batizar Seus servos com o Espírito Santo– jovens, adultos, anciãos. Como consequência desse batismo, seus servos teriam visões, sonhos e profecias (Joel 2:28). Acompanhe a evolução Obra por meio da manifestação dos dons espirituais entre os irmãos em Cristo:

O Senhor revelou a Cornélio que deveria chamar Pedro a sua casa (Atos 10:3-6), orientou Filipe a pregar ao eunuco etíope (Atos 8:26, 29).
*O Senhor revelou o pecado oculto de Ananias e Safira (Atos 5:1-4), orientou Ananias a visitar Paulo e orar por ele (Atos 9:10-16), revelou a Pedro para não hesitar, mas pregar o evangelho aos gentios na casa desse centurião (Atos 10:9-16 e 19-20);
*O Senhor revelou a Paulo que não deveria pregar o evangelho na Ásia nem na Bitínia, mas na Macedônia (Atos 16:6-10);
*O Senhor revelou à Igreja que os estatutos no Velho Testamento deveriam ser observados pelos gentios que se convertiam (Atos 15:28,29);
*Paulo foi orientado a subir a Jerusalém para submeter seu ensino aos apóstolos
(Gálatas 2:1-2);
*O Senhor revelou que havia escolhido Timóteo para o ministério da Palavra (II Timóteo 4:14);


Se a Igreja deseja ter, atualmente, experiências semelhantes às da época dos apóstolos, necessita compreender que o Senhor Jesus deve tornar-se, na prática, e não apenas na doutrina, o Cabeça da Igreja. Na Palavra de Deus escrita temos a doutrina e as orientações gerais para a edificação da Igreja.

Por meio dos dons espirituais, o Senhor ensina a Sua Igreja as aplicações específicas da doutrina com conselhos práticos para os pastores e para a vida diária da Igreja. É, portanto, pelos dons espirituais que o Senhor Jesus revela os detalhes do Seu projeto de edificação da Igreja. Sob a supervisão dos pastores, as instruções específicas transmitidas por meio dos dons espirituais são testadas (I Te: 5:10-21) e os dons são aplicados com sabedoria (I Cor 14:20, 40).

Mais Palavra para você

A ordem do Senhor é esta: MARCHEM!

MARANATA: Projeto de Deus

Por onde quer que eu vá

Uma palavra de esperança para o seu coração

Diga ao Povo que Marche

“Levanta-te, resplandece…”

E as águas se tornaram doces…

Oportunidades de Deus ao Homem

”Onde está o cordeiro”?

Jesus, cabeça da igreja