Trabalho com surdos

A palavra de Deus está acessível à todos






Primeira Reunião de Surdos e Intérpretes envolvidos nas Oficinas de LIBRAS no Anfiteatro de Santa Cruz da Serra- RJ







Desenvolvimento

Primeira Turma de LIBRAS

Experiências

Surda toca violino

Mãe faz prova com Deus

Surdo obreiro e pregador da palavra

Surdo ouve a voz de Deus por meio de LIBRAS

Outras experiências

O Trabalho com Surdos começou em maio de 2001, em Petrópolis – Rio de Janeiro- onde havia apenas um surdo, que juntamente com sua esposa (ouvinte), participavam dos cultos. Nesta igreja havia um jovem que o assistia, lhe oferecendo a bíblia e tentando se comunicar com ele, porém devido às muitas dificuldades no entendimento do culto, ele saiu da igreja. Sua esposa permaneceu e continuamente orava para que o Senhor levantasse este trabalho na Obra. Alguns anos depois, ao retornar  este irmão  irmão teve uma grande surpresa, pois aquele jovem que lhe assistira há muitos anos, era agora o Pastor da igreja.

Desenvolvimento do trabalho
No início, foram muitas as dificuldades, principalmente para entender como seria o desenvolvimento do trabalho e a inclusão dos surdos nas atividades da igreja. No decorrer do tempo, o processo se deu  naturalmente e a igreja abraçou o trabalho com muito amor e zelo. Assim, gradativamente, o trabalho  foi evoluindo e os surdos participando ativamente das atividades, orando na igreja, visitando, dirigindo louvor.

Surdo assistindo ao visitante

Surdo assistindo ao visitante

Com o passar do tempo, percebeu-se que a maioria dos surdos não possuía conhecimento da história bíblica. Nem mesmo uma noção de tempo em relação aos eventos bíblicos. Situações como: Uma surda perguntou se Moisés tinha morrido há pouco tempo ou há uns 50 anos atrás. Outro surdo indignado, tentando entender como Judas pode escrever um livro, após ter traído Jesus… Dada estas e várias outras situações, o pastor da igreja designou um diácono e um obreiro da igreja para darem as aulas sobre história bíblica, paralelamente ensinando à revelação referente a estes fatos.
Com isto, o resultado alcançado ao término das aulas era notório, como pôde ser observado na oração de um deles: “Senhor me dê sabedoria para não ser enganado pelo inimigo como Sansão” ou pedindo “Senhor que eu possa ter a fé igual à de Abraão”.
No dia 21/05/2005, a convite do Presbitério Espírito Santense, ocorreu à primeira reunião de intérpretes de LIBRAS no Maanaim de Domingo Martins – Espírito Santo, com a participação de 21 irmãos de alguns estados do Brasil (Minas Gerais, Ceará, São Paulo, Espírito Santo, Distrito Federal e o Rio de Janeiro) e que em suas igrejas estavam desenvolvendo este trabalho.
Primeira turma de LIBRAS
Após o Trabalho com Surdos, ter alcançado uma estrutura dentro da Igreja, iniciou-se no dia 12 de outubro de 2007, no Anfiteatro de Santa Cruz da Serra – Rio Janeiro-, a primeira turma de aprendizagem em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) da Igreja Cristã Maranata, com a finalidade de cultivar intérpretes dentro dos moldes revelados pelo Espírito Santo para este trabalho em sua Obra.
Desde o inicio, o Senhor tem se manifestado com muitos sinais, mostrando que este trabalho está dentro do seu projeto de salvação para o homem.

Culto evangelização de surdos Guarapari

Na oficina salientou-se que o objetivo principal a “Salvação de Vidas”. Não somente dos surdos, mas também de seus familiares, amigos, colegas e/ou todos aqueles envolvidos, direta e indiretamente, com este grupo e que de alguma forma possam ser alcançados pelo Evangelho de Jesus Cristo.
Também foi enfatizada nesta Oficina, a postura, a ética e a moral que o intérprete servo deve ter além do aprendizado sobre os cuidados necessários ao comportamento e conduta do mesmo, antes, durante e após o culto e até mesmo em sua vida secular para que somente a Glória do Senhor seja exaltada. Antes da conclusão desta oficina, o Senhor enviou surdos para as igrejas e todos os servos-alunos, a cada aula, traziam experiências com surdos no seu dia a dia e em suas igrejas.
Após a realização dessa primeira oficina, foram capacitadas cerca de 50 pessoas pertencentes à Igreja Cristã Maranata da Baixada Serrana. Esta primeira Oficina cresceu e os sinais e maravilhas eram notórios assim como disposto no depoimento de um dos pastores.
“Neste dia, ficamos muito gratificados com respeito às aulas de LIBRAS. No seminário de adolescentes que aconteceu nesta tarde, tivemos alguns surdos presentes e qual foi a nossa surpresa: nossas alunas foram às intérpretes e todos nós recebemos uma grande benção pelo desprendimento, postura e seriedade com que foi desempenhada a tarefa. Pudemos entender que houve uma compreensão por parte do assistido que durante as aulas, confirmava com a cabeça, ria das perguntas e consentiam nas afirmações a respeito do Senhor Jesus.”

Expansão do trabalho

Surdo ensinando LIBRAS para uma cega Maanaim

Surdo ensinando LIBRAS para uma cega Maanaim

A partir das experiências vivenciadas na primeira turma, este trabalho foi apresentado ao pastor que na época era responsável pela Região da Baixada Fluminense, que o abraçou com dedicação e amor e assim começou a segunda turma no próprio Anfiteatro de Santa Cruz da Serra, constando dos mesmos objetivos e práticas da primeira turma, com cerca de 180 pessoas, membros das igrejas da região.
Em 08/05/2009, a convite do Presbitério Espírito Santense, os surdos da região Serrana e Baixada Fluminense do Rio de Janeiro, participaram de um seminário no Maanaim de Domingos Martins, Espírito Santo.
Em 2009, com o apoio do Presbitério Espírito Santense, os irmãos participantes do Trabalho com Surdos do Rio de Janeiro, estiveram no Maanaim de Cariacica-ES, sendo convidados os servos do estado do Espírito Santo, nas áreas de Vitória, Cariacica e Vila Velha, que tinham conhecimento da LIBRAS.
Em 01/08/09 através da VI Turma de LIBRAS, o Trabalho com Surdos chegou a Região de Niterói . Em 13/09/09, através da VIII Turma de LIBRAS, na Igreja de Vila Isabel, a Região Centro-Sul-Oeste se agregava, unificando assim o Trabalho com Surdos nas quatro regiões que compõem o estado do Rio de Janeiro. Em 10/04/10, iniciou-se a XIII Turma de LIBRAS no Maanaim de Juiz de Fora – Minas Gerais. Em 03/09/10 iniciou-se a XXI Turma de LIBRAS na Igreja de Novo Horizonte/Serra – ES. Após esta oficina, houve ainda a Oficina de Vila Velha no Maanaim de Santa Inês – ES. O Senhor concedeu ao Trabalho com Surdos uma grande benção: Existe hoje uma equipe de LIBRAS no Maanaim de Domingo Martins-ES e todos os seminários e transmissões (via satélite), são interpretadas para os irmãos Surdos.

Experiências

Surda toca violino

Samara, encerramento projeto Aprendiz

Samara, encerramento projeto Aprendiz

Samara é uma menina de dez anos, deficiente auditiva, que congrega na Igreja Cristã Maranata de Santa Mônica, Guarapari, Espírito Santo. Ela é sozinha na Obra, conta com apoio de irmãos que a buscam em casa para participar dos cultos. Ela começou a frequentar a igreja após uma das irmãs ter se formado em LIBRAS. Hoje, Samara levanta para glorificar e sempre agradece a Deus pelos intérpretes.
Um dia, após o culto, a irmã que é intérprete apresentou à pequena Samara a violinista da igreja, uma vez que Samara achava muito bonito o violino.
Diante da situação e desconhecendo a linguagem dos sinais, a instrumentista apenas entregou o violino para a Samara para ela sentisse o instrumento. Foi um momento marcante: seus olhinhos brilhavam e naquele instante, a instrumentista ficou maravilhada, pois Samara conseguiu tirar um som bem diferente do que seria o normal para quem nunca pegou o instrumento e, principalmente, por ser surda.
Então, a instrumentista se ofereceu para ensiná-la, mesmo sabendo que seria difícil, pois não fazia idéia de como lidar com Samara, mas sentia algo que não a deixava desistir, não podia deixá-la sem aprender. A violinista começou a orar a Deus nesse sentido e durante cinco meses de aula Deus operou um milagre, a Samara teve um desempenho fora dos padrões.
No final de 2011, Samara participou da formatura junto com os outros irmãos do Projeto Aprendiz – Novos Instrumentistas no Maanaim de Guarapari tocando o louvor “Justo És Senhor”, constituindo-se num dos momentos mais especiais do culto. Ainda nesse dia, no culto à noite na igreja, Samara voltou a tocar e ela não se aguentava de tanta alegria e felicidade. Na ocasião o Senhor falou para instrumentista que ela não deveria se preocupar como faria para ensinar, pois quando estava à frente de Samara, regendo, as mãos da violinista eram as mãos do Senhor.
Samara é surda de nascença e não ouve nada, porém por um milagre do Senhor, ela ouve o som do violino, e diz que o som é muito agradável, o movimento do arco é bonito e essa foi à forma que encontrou de louvar ao Senhor.

Mãe faz prova com Deus, e o Senhor ouve sua oração.

Surdo Orando em nossas igrejas

Surdo Orando em nossas igrejas

Uma senhora, mãe de um filho surdo, foi participar da oficina de aula de LIBRAS em Cariacica – ES e o Senhor atendeu o seu clamor. “Sou mãe de um menino muito especial, ele é surdo, e venho à procura de ajuda há oito anos, pois tinha uma preocupação muito grande, como que meu filho iria conhecer a palavra de Deus, se ele não tinha alguém para lhe ajudar. Um dia estava no Maanaim, e olhei aquela multidão de pessoas e pensei: Será que nem aqui existe surdos Senhor? Então fiz uma prova com Deus. Se eu estiver no lugar certo que o Senhor me enviou eu quero que o Senhor envie uma pessoa para me ajudar, e chorando me sentia muito vazia e sozinha neste mundo para orientar meu filho.
No intervalo para o almoço, fui até o alojamento e lá encontrei uma serva e a cumprimentei e então ela me falou que estava à procura de um alojamento e só encontrou ali,  do lado da minha  cama e eu a perguntei se ela trabalhava ali no alojamento, ela me respondeu: Não, eu sou intérprete de LIBRAS,.
No mesmo instante pulei da cama. Contei para ela o que tinha pedido ao Senhor, e no mesmo dia conheci outras intérpretes e até hoje ela tem dado muita assistência para meu filho.
Sou muito grata a Deus, pois hoje meu filho faz clamor, louva a Deus em LIBRAS eu só tenho que agradecer a Deus e a vocês e que o Senhor vos recompensará por tudo o que estão fazendo, pois é muito maravilhoso saber que os surdos podem contar com o povo de Deus , pois eles também precisam de conhecer a palavra de Deus.
Quem sabe no futuro meu filho poderá ser um pastor, um mensageiro da palavra de Deus para todos os surdos do mundo. Eu creio na promessa de Deus nas nossas vidas e principalmente na vida dele que tanto lutou para viver e Deus lhe deu a vida de novo para que ele seja um vaso nas mãos de Deus”.

Surdo obreiro e pregador da Palavra de Deus

os surdos estão totalmente integrados as atividades da igreja

os surdos estão totalmente integrados as atividades da igreja

Junior Surdo (Igreja do Rio de Janeiro) quando criança ele morreu e mediante a oração de sua mãe e dos membros da igreja que ele pertencia o Senhor lhe deu vida novamente, mas ele ficou paralitico e surdo. Num culto em sua igreja, ainda criança, enquanto todos oravam, ele levantou da cadeira de rodas e voltou a andar.
O tempo foi passando e ele crescendo e sempre indagava ao Senhor: “Porque o Senhor não me curou por completo, porque fiquei surdo?” Ele relatou que quando foi ao Maanaim no seminário de Principiantes entendeu o projeto do Senhor para sua vida e sua Obra. O Senhor não o curou da sua surdez, pois tinha o objetivo de usar a sua vida para evangelizar outros surdos.
O Junior é um Obreiro e o Senhor o tem usado com graça na palavra e através da vida dele outras têm sido alcançadas tanto a surdos quanto a ouvintes. Na última reunião de surdos e intérpretes realizada no Maanaim de Santa Cruz da Serra-RJ, o Senhor revelou que Júnior entregaria a palavra. Todos os que estavam ali transbordaram de alegria ao vê-lo dizer que os intérpretes aprenderam LIBRAS não por causa dos surdos e sim por amor ao Senhor e que o compromisso de evangelizar outros surdos não cabe somente ao intérprete, mas é compromisso dos surdos. Aqueles que convivem com surdos sabem o milagre que isso representa.

Surdo ouve a voz de Deus através das LIBRAS

Batismo após Seminário

Samara, surda de nascença tocando violino

Batismo após Seminário
Samara, surda de nascença tocando violino

 

 

 

 

 

 

 

 

Um Surdo em Nilópolis-RJ, após estar a um ano na igreja, antes de começar o trabalho com Surdos naquela Região, foi questionado por uma das alunas de LIBRAS: “O que ele sentia por estar na igreja há um ano sem entender o que se passava no decorrer do culto?” Ele respondeu: “O primeiro dia em que entrei nesta igreja o Senhor me falou que eu o ouviria aqui neste lugar, e hoje estou muito feliz com o cumprimento da promessa do Senhor, pois através da interpretação de LIBRAS estou ouvindo a palavra de Deus, aqui.”

 

Outras Experiências

* Experiência com uma surda no Maanaim de Pedro do Rio Em uma das aulas foi passado um dom, em que entrava um varão de branco e curava uma pessoa. Quando era passado o dom ela estava assustada, pois estava vendo o varão operando.
* Em um seminário no Maanaim de Pedro do Rio, um grupo de quatro surdos, depois da aula de Batismo com Espírito Santo, se reuniu para ADORAR ao Senhor; onde cada um glorificou ao Senhor pelas bênçãos que havia recebido e era visível a alegria que existia na da glorificação que faziam, pois estavam entendendo todo o ensino das aulas.
* Uma das alunas de LIBRAS, no inicio da Oficina no Anfiteatro de Santa Cruz da Serra – RJ, ainda não tinha o conhecimento suficiente para interpretar um culto, mas uma jovem surda visitou sua igreja. O Pastor a procurou, orou por ela e que passasse o que fosse possível para a jovem surda. Essa serva angustiada pediu socorro ao Senhor. No inicio do culto. Na hora do no clamor pelo Sangue de Jesus, um anjo entrou na igreja e sentou do lado da surda e mandou que a serva o copiasse e assim ela o fez, ao término do culto a surda admirada com a interpretação disse à irmã que nunca havia visto uma interpretação tão maravilhosa quanto a que tinha acontecido ali.
* “Em setembro de 2011, fomos ao hospital visitar o irmão surdo, de 82 anos, que estava internado com câncer. Em todo o período da visita ele não demonstrou preocupação consigo e sim com os demais surdos nos orientando como agir com cada surdo e desejoso em saber sobre o Trabalho com Surdos na Obra. Ansioso, ele relatou o desejo em voltar ao Maanaim. Na medida que íamos esclarecendo sobre o progresso desse trabalho víamos o semblante dele cada vez mais alegre, sentimos como se ele fosse um pastor preocupado com as ovelhas e desejando preservá-las no aprisco. Esse nosso irmão faleceu, mas nossa palavra é de glorificação ao nome do Senhor por sua vida e pelo legado que nos deixou o amor por nossos irmãos Surdos”, depoimento de intérpretes.

Mais Notícias

Trabalho com surdos

As promessas da volta do Senhor Jesus

Sinais da volta do Senhor Jesus

Gripe H1N1

Ameaça nuclear da Coréia