No centro da fé cristã, está o mandamento supremo de amar a Deus sobre todas as coisas. Este princípio fundamental não só guia nossa relação com Deus, mas também influencia todas as outras áreas de nossas vidas. A Bíblia, em sua infinita sabedoria, nos ensina repetidamente sobre a importância deste amor total e exclusivo a Deus, como o fundamento de uma vida plena e abençoada.

Em Deuteronômio 6:5 (ARC), lemos: “Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.” Este versículo expressa a profundidade e a abrangência do amor que devemos ter por Deus, englobando todo o nosso ser — coração, alma e forças. Amar a Deus de forma tão completa é reconhecer Sua soberania e entregar a Ele o controle de nossas vidas.

Jesus reafirma este mandamento no Novo Testamento, destacando-o como o maior de todos os mandamentos. Em Mateus 22:37-38 (ARC), Jesus declara: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento. Este é o primeiro e grande mandamento.” Jesus coloca este mandamento no topo, enfatizando que o amor a Deus é a base sobre a qual todos os outros mandamentos se sustentam.

Amar a Deus sobre todas as coisas implica em colocar Deus no centro de nossas vidas, acima de todas as outras prioridades e desejos. Este amor deve refletir-se em nossas ações, decisões e relacionamentos, demonstrando nossa devoção e lealdade a Ele. Em João 14:15 (ARC), Jesus afirma: “Se me amais, guardai os meus mandamentos.” O amor a Deus é demonstrado através da obediência à Sua Palavra, vivendo de acordo com Seus ensinamentos e preceitos.

Na Igreja Cristã Maranata, este mandamento é vivido e pregado com fervor. Entendemos que amar a Deus sobre todas as coisas é o alicerce de nossa fé e prática cristã. Este amor incondicional e prioritário é o que nos move a buscar uma vida de santidade, comprometida com a vontade de Deus e Seu propósito para nós. É através deste amor que encontramos força, direção e propósito em todas as áreas de nossa vida.

Em 1 João 4:19 (ARC), somos lembrados: “Nós o amamos a ele porque ele nos amou primeiro.” Este versículo nos revela a origem de nosso amor por Deus — é uma resposta ao Seu imenso amor por nós. Deus nos amou primeiro, enviando Seu Filho Jesus Cristo para nos salvar, e nosso amor por Ele é uma resposta a essa graça e misericórdia incomparáveis.

Amar a Deus sobre todas as coisas também significa confiar Nele completamente, entregando nossas ansiedades e preocupações em Suas mãos. Em Mateus 6:33 (ARC), Jesus nos instrui: “Mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Quando colocamos Deus em primeiro lugar, confiamos que Ele suprirá todas as nossas necessidades, guiando-nos em cada passo de nossa jornada.

O amor a Deus deve ser evidenciado em nossa adoração, serviço e dedicação à Sua obra. Em Romanos 12:1 (ARC), Paulo nos exorta: “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.” Nossa vida deve ser uma oferta contínua a Deus, em adoração e serviço, demonstrando nosso amor e gratidão a Ele.

Na Igreja Cristã Maranata, incentivamos nossos membros a cultivar este amor profundo e prioritário por Deus. É através deste amor que encontramos verdadeira paz e satisfação, vivendo uma vida que glorifica o nome do Senhor. Que possamos sempre buscar amar a Deus de todo o nosso coração, alma e entendimento, reconhecendo que Ele é digno de toda a nossa adoração e devoção.

Que o Espírito Santo nos capacite a viver este mandamento diariamente, fortalecendo nosso amor por Deus e nos guiando em Seus caminhos. Que Deus abençoe a todos nós, capacitando-nos a amá-Lo sobre todas as coisas, para que possamos experimentar a plenitude de Sua graça e misericórdia em nossas vidas.

Amém.